Conheça os principais tributos pagos pelas empresas no Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Para fazer uma boa gestão de sua empresa, o empresário deve se preocupar com os mais diversos aspectos financeiros, gerenciar bem as pessoas que trabalham no negócio e tomar os devidos cuidados em relação à sua infraestrutura. Mas não é só isso! Também é preciso contar com um excelente planejamento tributário, afinal de contas, o Brasil é um dos países com a maior carga tributária do mundo, além de ter mais de 90 obrigações acessórias, dependendo da área de atuação e do porte da empresa. Por acaso você saberia dizer quais são os principais tributos pagos pelas empresas no Brasil? Pois confira nosso post de hoje e aprenda pelo menos o básico:

Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ)

Tributo federal que mais causa pavor entre os empresários, o Imposto de Renda Pessoa Jurídica tem sua base de cálculo no lucro que a empresa apresentou no exercício em questão. A alíquota é de 15% sobre o lucro apurado, seja ele Real, Presumido ou Arbitrado, havendo ainda uma adição de 10% sobre a parcela do lucro que exceder 20 mil reais por mês.

Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)

Tributo federal que incide também sobre o lucro da empresa, levando em conta seu período de base. A contribuição tem por finalidade o financiamento da Seguridade Social, com alíquota variando entre 10% e 12%.

Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS)

A base de cálculo dessa contribuição de plano federal é a renda bruta da empresa. O intuito é custear a saúde, a previdência e a assistência social. Sua alíquota varia entre 3% e 7,6%. Além disso, o tributo incide também sobre as importações, com alíquotas específicas, dependendo da operação.

Programa de Integração Social (PIS) e Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP)

Esses são tributos parecidos, mudando somente o regime jurídico dos trabalhadores envolvidos em cada caso. No caso, a arrecadação do PIS se destina ao pagamento de seguro-desemprego, abonos salariais e questões afins dos funcionários das empresas privadas. Já o PASEP apoia os servidores do Estado que têm regime jurídico estatutário federal.

Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)

É aplicado sobre artigos que passaram por qualquer processo de industrialização, incidindo em produtos que saem da fábrica ou, dentre os importados, após os procedimentos aduaneiros. Sua alíquota, hoje em dia, é de 0,65% ou 1,65% sobre a receita bruta na modalidade não cumulativa ou de 1% sobre a folha de salários, quando o contribuinte for uma entidade sem fins lucrativos. É um imposto federal.

Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)

Esse é o tributo estadual mais importante, que incide sobre operações de circulação geral de mercadorias ou sobre certas prestações onerosas de serviços, como de comunicação, de transporte interestadual ou entre municípios. A arrecadação se dá no Estado de origem do produto ou serviço, a não ser nos casos de petróleo e energia elétrica. Já as alíquotas variam bastante, conforme os tipos de mercadorias ou serviços comercializados.

Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS ou ISSQN)

Imposto municipal que incide sobre a prestação de serviços listados na Lei Complementar de número 116/03. Sua alíquota média varia entre 2% e 5%.

Para que o empreendedor ou gestor da empresa não fique perdido em meio a tantos tributos, é primordial que implante boas práticas de escrituração contábil e fiscal dentro de sua organização. Afinal, a partir de dados mais confiáveis é que se pode conhecer a real saúde financeira do negócio de modo a tomar as melhores decisões possíveis. Por isso, vale a pena contar com a ajuda de uma empresa especializada em contabilidade e planejamento tributário para não pagar multas à toa ou deixar de visualizar oportunidades de mercado!

E você, já começou seu planejamento tributário do período? Em que aspectos costuma ter mais dificuldades? Comente aqui e divida suas dúvidas conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Cadastre-se e receba

A DECISIVA ASSESSORIA E CONSULTORIA CONTÁBIL
ajuda a subir os outros degraus da escada para o sucesso! Inscreva-se na nossa newsletter e receba o conteúdo exclusivo que separamos para você!
Recomendado só para você!
O tempo em que o trabalho contador resumia-se em imprimir…