Entenda como funciona a elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos deve ser feita de forma correta a fim de evitar penalidades.

Os tributos e os encargos sociais fazem parte das obrigações das empresas – e também das pessoas físicas. Por isso, não deixe de ler este artigo para entender como funciona a elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos.

A correta elaboração das guias de recolhimentos dos encargos sociais e dos tributos é primordial para que não haja qualquer tipo de problema no pagamento.

Isso garantirá o devido cumprimento do pagamento dos tributos e das obrigações, seja por parte de uma pessoa jurídica, seja por parte, também, das pessoas físicas.

Dessa forma, é importante que todos tenham conhecimento de todo o processo de recolhimento dos encargos e dos tributos.

Assim, serão evitados futuros problemas e até processos por parte das autoridades competentes.

Para entender como funciona a elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos, não deixe de ler este artigo.

Elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos: conheça as principais obrigações

FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço

O FGTS é um encargo social cujo objetivo é auxiliar o trabalhador quando for demitido, a fim de que, assim, ele possa possuir meios de sustento enquanto busca por nova recolocação no mercado.

Porém, só fará jus ao FGTS o trabalhador que for demitido sem justa causa. 

Em casos de pedido de demissão ou de demissão por justa causa, o trabalhador não terá direito a sacar o valor.

O recolhimento ocorre mensalmente, e o prazo máximo é o sétimo dia do mês posterior ao  trabalhado. 

A alíquota do FGTS é de 8% da remuneração do trabalhador empregado. Na base de cálculo estão incluídos adicionais noturnos, horas extras, gratificações, comissões e 13º salário.

Lembrando que esse valor tem como base a remuneração, mas não há qualquer desconto por parte do trabalhador. 

O recolhimento é obrigatório por parte do empregador, seja ele pessoa física ou jurídica, pois, no caso dos empregados domésticos, o empregador é uma pessoa física.

A elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos, neste caso, é realizada pelo Sistema Sefip. 

O empregador deve preencher as informações do empregado mensalmente e enviar para o sistema. Nesse sistema, ele também emitirá as guias de recolhimento e pagá-las na Caixa Econômica.

GPS – Guia da Previdência Social

Essa é a guia de recolhimento de contribuição à Previdência Social. Ele é descontado no contracheque do funcionário,  no caso do trabalhador empregado.

No caso dos contribuintes facultativo e individual, ele – o contribuidor – próprio fará o recolhimento.

A elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos, no caso do GPS, é feita por meio do Sistema de Acréscimos Legais.

Basta entrar com a identificação do contribuinte e com os seus dados cadastrais.

É necessário estar atento às alíquotas que diferem conforme valor do vencimento e o tipo em que se enquadra o trabalhador. No site da Previdência, é possível consultar todas as situações.

Para aqueles contribuintes individuais que possuem dificuldades de acesso à internet, há outra maneira.

É possível comprar o carnê de recolhimento do GPS, preenchê-lo e pagar no banco.

Imposto Sindical (Patronal)

Esse tributo é anualmente recolhido pelo empregador. A finalidade é o custeio das despesas do sindicato dos empregadores.

É o Sindicato Patronal que realiza os acordos coletivos e as negociações com o sindicato dos trabalhadores.

Atualmente, é facultativo. A elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos, nesse caso, é por meio do Guia de Recolhimento de Contribuição Sindical.

Contribuição Sindical – trabalhadores

A contribuição sindical é paga anualmente pelo empregado, mas quem tem a obrigação de recolher é a empresa.

O valor é descontado diretamente no contracheque do trabalhador. Atualmente, também é facultativo. 

Deve ser descontado do empregado no mês de março, entretanto o recolhimento da contribuição se realiza no mês de abril.

A elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos, nesse caso, é por meio do Guia de Recolhimento de Contribuição Sindical

Imposto de Renda Retido na Fonte – IRRF

O IRRF é o tributo que incide sobre a remuneração do trabalhador. Ele deverá ser descontado conforme a tabela de alíquotas estabelecida pela Receita Federal.

Há a faixa salarial que isenta o trabalhador e há outras faixas que contribuem com 7,5%, com 15%, com 22% e com 27,5%, fator a ser analisado conforme valor da remuneração.

A elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos, nesse caso, é por meio do pagamento da DARF – Documento de Arrecadação de Receitas Federais.

Contribuinte individual e MEI

O contribuinte individual, ao prestar serviços de maneira autônoma, deve recolher o GPS e o IRRF (quando devido).

Além disso, ele deve recolher o ISS devido ao município da prestação do serviço.

Os microempreendedores individuais possuem o sistema único com o qual arrecadam para o INSS e para o ISS ou para o ICMS.

Basta o MEI pagar o DAS – Documento de Arrecadação do Simples Nacional.

Mas é importante salientar que, se o MEI contratar um empregado, ele deverá cumprir todas as obrigações e os encargos descritos acima.

Portanto, ambos devem estar cientes de como funciona a elaboração das guias de recolhimentos dos encargos sociais e dos tributos.

E-social

Sistema lançado pelo Governo Federal para integrar as informações devidas do trabalhador, formando um único banco de dados.

Inicialmente, foi liberado para os empregadores domésticos, mas o projeto prevê a liberação para todos os empregadores.

Atualmente, os outros empregadores já têm um acesso ao projeto, mas ainda restrito a algumas funcionalidades.

A elaboração das guias de recolhimento dos encargos sociais e dos tributos ficará muito mais fácil.

As informações relativas às obrigações previdenciárias, fiscais e trabalhistas serão passadas mais rapidamente e reduzirão os trâmites burocráticos.

As informações que estarão no e-Social são:

  • Comunicação de acidente de trabalho;
  • GFIP – Guia de Recolhimento do FGTS e de informações relacionadas à Previdência Social;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social;
  • GRF;
  • GPS;
  • Livro de Registro de Empregados;
  • Outras informações previdenciárias e trabalhistas.

Decisiva: uma contabilidade que trabalha por você e pelo seu desenvolvimento

A elaboração das guias de recolhimentos dos encargos sociais e tributos é uma obrigação por parte das empresas e, em alguns casos, também por pessoas físicas.

O recolhimento indevido pode gerar problemas de penalidade e até processos com os órgãos competentes.

Por isso, fique atento na hora do recolhimento e, caso tenha dúvidas ou precise de suporte, basta contar com a gente, da Decisiva. Clique aqui e saiba mais sobre como vamos ajudar você nessa tarefa.

Realizar elaboração de guias de recolhimento de forma correta!

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Decisiva Assessoria e Consultoria Contábil.

Somos uma empresa de prestação de serviços contábeis, fiscais, trabalhistas e societários, que tem como objetivo atender às demandas de empresas que desejam ter as melhores soluções para o seu desenvolvimento.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website, caso você prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat que fica localizada no canto inferior direito de sua tela.

Sendo assim, basta nos chamar! Esperamos por você!

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!
Classifique nosso post post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Cadastre-se e receba

A DECISIVA ASSESSORIA E CONSULTORIA CONTÁBIL
ajuda a subir os outros degraus da escada para o sucesso! Inscreva-se na nossa newsletter e receba o conteúdo exclusivo que separamos para você!
Recomendado só para você!
Dados são da Troposlab em parceria com a UFMG, e…

Envie seu depoimento